Qual a perspectiva do cenário de Telecom pós COVID-19?

No início da quarentena, a Europa registrou um aumento de 20% na demanda de tráfego virtual. Já no Brasil, a ANATEL foi praticamente obrigada a pedir oficialmente que as operadoras do país reforçassem a infraestrutura para garantir uma boa conexão aos usuários durante a quarentena. Além disso, liberou a cobrança de franquia do usuário para acessos ao app oficial do Sistema Único de Saúde, por conter informações sobre o -até então- novo Coronavírus.

A pesquisa IDC constatou que 8% das companhias de Telecomunicações declaram estarem enfrentando uma crise, em contrapartida, 24% afirmam estar em recuperação. Com isso, a previsão da IDC é de que o setor de telecomunicações de TI deva ter uma retração de 4% das receitas ante uma previsão, antes da pandemia, de crescimento de 7,5%.

No entanto, a estimativa é que o setor se prepare para a recuperação. As projeções da pesquisa apontam crescimento de 4,8%.

É fato que a pandemia impactou todos os setores, alguns, como o da saúde, equipamentos hospitalares e indústria farmacêutica viram sua demanda crescer. Mas muitos outros setores enfrentam dilemas e grandes desafios. O setor de Telecom por um lado se tornou essencial nesse novo mundo criado por conta do corona vírus: home-office, EAD, isolamento social […] Mas por outro lado precisa lidar com as necessidades de diferentes pessoas, empresas, inadimplência, reduzir custos, e tudo isso sem perder a qualidade, ou entregar menos que o serviço contratado.

Contudo, o mercado ainda enxerga uma revolução tecnológica já em curso, talvez seja o grande acelerador de mudanças do setor, pois estamos no aproximando de 50 bilhões de equipamentos conectados no mundo inteiro. Para as telecomunicações isso significa a necessidade de sistemas mais rápidos, confiáveis e inteligentes.

Assim, em contramão de muitos outros setores, essa aceleração da revolução digital trará impactos positivos na demanda de telecom.

A CHEGADA DO 5G

Em fevereiro deste ano, foi aprovado pela ANATEL o edital referente ao leilão das redes 5G no Brasil. E mais do que uma tecnologia, o 5G é uma mudança comportamental que atinge o globo de ponta a ponta.

Vale destacar que o 5G é destinado mais para empresas do que para no consumidor final. Mas de qualquer forma, é previsto que até 2023 o tráfego de dados em redes fixas aumente 10,8% enquanto em redes móveis o aumento seja de 29,2%. Já para 2025, a expectativa é que a quantidade de dados aumente 5X mais.

O importante agora é que as empresas não percam o foco, pois o mercado de Telecom estará favorável. As organizações precisam atualizar seus sistemas, melhorar seus serviços e sem dúvida nenhuma investir em equipamentos de qualidade para não ficarem para trás. As empresas devem começar a trabalhar em estratégias estruturando ações imediatas, com intuito de reduzir os custos desnecessários, dar confiança aos clientes e funcionários.